Somos todos escravos


Sim , somos todos escravos …

Seja o que for , todos nós somos prisioneiros de algo ou de alguma coisa.

O que eu observo com maior frequência , é que a maior prisão que o ser humano adquiriu foi o consumo. E desde que a pandemia começou , isso tem vindo a ser cada vez mais notório, a necessidade extrema que os humanos têm em consumir , em comprar de forma compulsiva e na maioria sem necessidade das vezes , coisas que nem lhes fazem falta.

Acaba por nos tornar prisioneiros ao consumo , ás compras por impulso, e os lamentos e protestos que se ouvem por este mundo fora , quando as pessoas gritam que estão privadas das suas liberdades , uma das razões é esta.

Existem outras formas de estarmos prisoneiros ou de nos sentirmos presos a algo, como por exemplo , a atenção ou a necessidade de ser o centro das atenções. Quando alguém chega ao ponto de ter que pedir atenção , é preocupante porque está de alguma forma presa a essa necessidade. Para aqueles que gostam de ser o centro das atenções , a preocupação é diferente pois é um transtorno de uma possível mania ou de egocentrismo, obviamente ambas complicadas e muito negativas .

Na minha opinião , é muito alarmante termos a necessidade de nos fazer sentir , de darem pela nossa presença , e termos que pedir atenção . Não faz sentido , mas eu já estive numa situação semelhante. Sim , eu que detesto ter que pedir alguma coisa a alguém , vivi uma situação em que por me sentir sozinha e com um esgotamento total a todos os níveis , dei por mim a “mendigar” por atenção…Estava demasiado debilitada e perdida. Embora tenha evidenciado essa necessidade na altura , não foi por te lo feito que me prestaram atenção , e hoje passado algum tempo , sou grata por ter sido assim. Veio comprovar aquilo que eu já sabia , mas que me havia esquecido, não depender da atenção ou dos sentimentos de ninguém. Foi necessário pedir ajuda profissional para conseguir recuperar e “curar” aquilo que estragaram …o meu lado emocional.

Outros são prisioneiros de outras coisas e o que não faltaram são exemplos , outro que me recordo agora , são os telemóveis. Com o avanço da tecnologia , o telemóvel tornou se um dos acessórios mais importantes e imprescindíveis, e sem o qual já não sabemos viver. No entanto , tem o seu lado muito negativo, porque por um lado aproxima nos de pessoas que estão longe de nós , mas por outro afasta nos das pessoas que estão mesmo ao nosso lado…diariamente. É assim que todos passámos a viver , cada vez mais num mundo virtual sem o toque humano , de telemóveis imparáveis nas mãos. E o que tudo isto vai causando é a “morte ” de muitas relações reais que são substituídas por relações virtuais .Morrem os sentimentos , mas não importa porque o importante é estarmos na moda , acompanharmos os “outros” . E para os que o fazem a vida parece lhes mais fácil , pois numa relação ocasional virtual , não têm que fazer “fretes” nem têm obrigações, quando essa fartar basta procurar outro chat, outro site, outra rede social e não faltará oferta, por isso lhes parecer tão fácil.

Por vezes parecemos todos avatares , onde os bonecos que criamos na Internet, são mais importantes e vivem mais que nós , os reais de carne e osso. Tudo isto , para mim é um pouco assustador , porque raras são as pessoas que demonstram ser quem realmente são …outra espécie de prisão, de escravatura.

Hoje , gostaria de vos deixar um pequeno desafio:

Gostaria que deixassem outros exemplos que possam ter vivido ou testemunhado, responderei com um comentário de agradecimento, como normalmente faço.

Escolhi este tema , porque o considero presente na vida de todos nós e por ser algo que nos deixa a pensar , verdade?

6 comentários

  1. Exceptionally well done and couldn’t agree more. How perfectly penned article it is my dear Carla. Every statement you wrote is the fact that is going with digital living foolishly by most…be blessed n live 100 yrs for spreading such an excellence n education ❤🙏🙏🙏

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s