To feel peace first you need to fight a war🤺


Por vezes para sentirmos paz, primeiro temos que enfrentar a guerra…

Existem situações que não podem ser revertidas e como tal, nada poderemos fazer senão, vestir a nossa melhor armadura e enfrentarmos olhos nos olhos, o nosso inimigo!

Sim com ou sem medo, é assim que devemos reagir, nada se irá resolver se ficarmos quietos num cantinho, escondidos.

No entanto, torna se mais difícil senão nos for possível olhar o nosso inimigo nos olhos, contudo não deverá ser por isso que nos devemos acobardar, não… Mil vezes, não!

Os inimigos invisíveis serão sempre os mais complicados de combater, mas é possível e mais uma vez ao acreditarmos, será um ponto importante a nosso favor!

E tudo o que possa contribuir para que acreditemos, para que a nossa vontade, fé ou perseverança não desvaneca dentro de nós, é importante ou pelo menos irá nos ajudar de alguma forma a manter a esperança viva dentro de nós, o tão importante acreditar!

Para que tudo na vida progrida, temos que começar e ao encararmos seja o que for que nos espere, é necessário não colocar as nossas expectativas muito elevadas em relação a ajudas por parte de terceiros , elas têm que ser colocadas em nós próprios para evitar desilusões desnecessárias e nocivas.

Falo vos por experiência própria, pois já passaram por mim situações que me colocaram à prova, faz parte e tenho consciência que é algo que me irá acompanhar até ao último dia da minha vida, porque a partir do momento em que tomei conhecimento da minha doença, a minha vida sofreu uma reviravolta permanente.

Ao mesmo tempo, tenho vindo a aprender e a adaptar me, mesmo nos dias menos bons e mais complicados, o importante é que eu não perca a esperança nas minhas capacidades, o resto tenho vindo a colocar cada “macaco” no seu galho e isso de alguma forma tem contribuído para que não sofra tanto com a maldade dos outros.

Aprendi que a maioria não são meus inimigos, mas sim fãs reprimidos, revoltados e invejosos, porque sabendo perfeitamente quem são e conhecendo os como conheço,sei que gostariam de ter metade da minha coragem. Porém esse facto não é problema meu.

Apenas eu sei a importância de cada batalha que travei e que travo, apenas a mim me diz respeito todos os pormenores e a forma como reajo perante cada dificuldade, não sou arrogante mas por vezes é necessário ter um pouco de arrogância para poder sobreviver, não é bom nem mau, digamos que é necessário.

Quem sabe um dia, todos os pormenores sejam escritos por mim, toda a verdade seja exposta, sinceramente não me preocupo com isso porque detesto o sentimento de pena, pois sou uma pessoa igual a todos vocês, apenas tem um pormenor na vida que me obriga a ter mais cuidados, mas não permito que sintam pena de mim.

Das inúmeras batalhas sempre fiz questão de tirar uma lição, sem nunca ter feito o papel de vítima e isso é um ponto importante para mim, aprender sem mostrar as minhas fraquezas ou os momentos mais difíceis a olhares indevidos. Sinto me muito feliz por ser quem sou e essa é a principal mensagem na vida de todos nós, possuirmos amor próprio e saber coloca lo em prática nas situações necessárias!

Obrigado a todos os que lêem e apreciam o meu blog, vemos nos no meu próximo post até lá um bem haja a todos vós! 🌹💖

27 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s