the diary of a madman -Part X


Mas como era um homem muito observador , pode rapidamente concluir que aqueles olhos vermelhos , desta vez não o viam , nem eles nem os policias que continuavam a conversar , enquanto tentavam descobrir pistas que pudessem ajudar a descobrir , o culpado ou os culpados daquele crime horrendo.

Fixou se naqueles olhos , havia algo que o prendia a eles , uma estranha sensação de estarem relacionados com o homicídio de seus pais crescia dentro de si.

Sem saber como , nem porquê algo lhe tinha dado um soco no estomago e deu por si a vomitar , no canto da sala…Sensação estranha mais uma vez , pois se ninguém o via , ninguém lhe poderia bater…

Foi então que entendeu que a detetive que vira lá fora a falar com ele , ou melhor o ele do passado , entrara na sala de rompante , e ao faze lo tinha o atravessado como se ele fizesse parte do ar , como um fantasma originando aquela terrível má disposição.

Tentou ouvir o que a detetive dizia aos policias forenses , mas algo exigia mais a sua atenção…novamente aquela maldita parede onde estavam aqueles terríveis olhos .

Aqueles olhos desta vez fixavam a nova pessoa que acabava de chegar aquela sala , e de repente algo simplesmente macabro , acontece…

Um dos corpos que jazia no chão , emerge do chão ficando totalmente descoberto , pois o lençol que o cobria ficou agarrado ao chão devido ao peso por estar encharcado em sangue e ao levantar a cabeça com medo , viu que era seu pai !

Os seus olhos abriram se numa expressão de horror , e mais uma vez queria sair dali, mas mais uma vez algo o impedia . Foi então que pode ouvir alto e com muita clareza, a voz de seu pai…

Os policias forenses e a detetive estavam de boca aberta olhando para o que estava a acontecer, certamente também eles estavam apavorados ao ouvir a voz de alguém que estava morto ….

Nada ficará impune, nada daquilo que aconteceu hoje aqui , vai cair no esquecimento e o culpado irá ser descoberto no momento certo , pois assim foi decidido e este mal será vencido!- Disse a voz daquele pobre homem de família que havia sido assassinado na noite anterior.

Continua…

19 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s