The diary of a madman -Part XI


Cada passo dado em direção aqueles vultos cobertos, por lençóis completamente manchados pelo sangue de seus pais , representava uma dor imensa , uma emoção bem familiar e embora soubesse que haviam passado 16 anos , a dor era igual , nada a havia diminuído.

Todas as paredes por onde havia passado , continham uma espécie de letras , alguém havia escrito algo e a tinta que havia escolhido para o fazer , era o sangue de seus pais . O cenário era cada vez mais horrendo e macabro também.

De repente ,parou á porta da assoalhada onde estavam os corpos de seus pais … Parou para ouvir melhor a conversa que os dois policias forenses tinham entre si.

Escutava com toda a clareza o que um dizia para o outro , pensando eles que ninguém mais os estava a ouvir.

Tudo isto é verdadeiramente horrendo , nenhuma das vitimas ficou com um pingo de sangue em seu corpo , quem fez isto assegurou se que ficariam completamente “secos “, e sabia muito bem como faze lo! -Exclamou um policia para o outro que lhe abanava a cabeça com um profundo pesar no seu olhar.

Estava perante um dilema , sem saber se teria a coragem suficiente para continuar a caminhar , sem saber que decisão seria a mais correta. Não se considerava um cobarde , mas tudo o que o rodeava era assustador . Mesmo daquela maneira , mesmo sentindo se um fantasma podia sentir no ar o cheiro a sangue , o que começava a causar lhe náuseas e uma dificuldade em conseguir respirar. Sentia o pânico a crescer dentro de si , até que os seus olhos pararam numa parede do seu lado esquerdo. Em vez de estar escrita com a tal espécie de letras , alguém certamente a mesma pessoa , se é que lhe podia chamar isso, havia desenhado uns olhos .

Uns olhos que continham uma horrível expressão !

Imaginação ou não , mais uma vez uma partida da sua mente ou não , aqueles olhos pareciam seguir os policias a cada movimento …. E ele lembrou se da noite anterior em que estava ao telefone com o médico e ao olhar lá para fora , vira no céu os mesmos olhos a fixarem no…

Continua…

13 comentários

    1. Meu Deus , que exagero amiga …quem me dera !
      Famosa não , mas escritora sem dúvida nenhuma é um sonho meu …quem sabe não é ?! A esperança é a última coisa que deveremos deixar morrer .
      E a certeza que sendo escritora ou não , a minha amizade a ganhas te para sempre !
      Deus te abençoe minha querida amiga!🙏❣❤😘🌼✨

      Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s