The love spell – Part XVI


Mas algo dentro de Madalena a guiou até ao quarto onde estava Francisco, sem que ninguém lhe tivesse dito onde era.

Madalena encontrava se diante a porta , de mão no puxador pronta abri la , mas parecia estar petrificada , queria mexer se mas parecia que aquela correria desenfreada lhe havia esgotado todas as forças .

Vá , mexe te …- Pensou Madalena , em forma de incentivo ao seu corpo que parecia estático.

Tomando um pouco de balanço para abrir a porta com o pouco peso de seu corpo , finalmente os seus pés tocavam o chão daquele quarto quase ás escuras. Madalena parecia estar em transe , apenas ouvia o barulho ensurdecedor das máquinas que mantinham Francisco com vida , tudo o resto pareciam apenas ecos a soar bem lá ao longe e no fundo de algo que não lhe interessava. Com esforço , falando constantemente consigo mesma , chegou junto aquele corpo inanimado cheio de fios , coberto de tantas feridas que não era possível ver se um pedaço de pele , aliás quase não existia mais nada a não ser um número demasiado grande de feridas abertas num corpo humano. Madalena não conseguiu conter as suas lágrimas , e da forma mais suave que conseguiu ,sentou se na cama para olhar mais de perto o rosto de Francisco.

Francisco , consegue ouvir me …- Murmurou Madalena entre suspiros e lágrimas .

Um enfermeiro que administrava uma dose de morfina a Francisco, olhou piedosamente para ela , dizendo lhe que Francisco tinha sido colocado em coma induzido e que não lhe poderia responder . Contudo nenhuma daquelas palavras impediram ou pararam Madalena, segurando a mão de Francisco , apertando a suavemente cada vez que lhe perguntava se este a ouvia.

Estou aqui , bem junto a si e daqui não irei sair mais até que os médicos lhe deem alta , e nem ai sairei de ao pé de si , pois vou encarregar me de pô lo novamente bem – Repetia pobre Madalena ao ouvido de Francisco mantendo a esperança que este abri se os olhos , e lhe responde se.

Dr. Mauro tinha saído logo atrás de Madalena , assim que esta tinha desaparecido do quarto dela , sem que ela o tenha deixado explicar o estado crítico de Francisco. Sabendo muito bem , onde encontra la , Caminhou a passos largos sem pressa até ao fatídico e triste quarto , onde estava a observar todo o desespero , cada ato , cada palavra de Madalena num canto mais escurecido. Em toda a sua vida , nunca havia visto nada parecido ou igual , nada que conseguisse tocar a sua alma.

Madalena sentiu algo estranho. A sua perceção era muito apurada , era uma mulher inteligente e algo a incentivava a continuar a pedir a Francisco que a ouvisse e lhe respondesse . E desejava o com tanto empenho , com todas as forças do seu ser e de sua existência, que algo alheio á ciência da medicina ,aconteceu ali diante de todos aqueles que estavam presentes naquele quarto.

Minha querida e doce Madalena…. -soou a voz fraca de Francisco, para espanto de todos .

Escute me com atenção , não me resta muito tempo , pois já não pertenço a este mundo , apenas o meu corpo funciona devido ás máquinas , mas a verdade é que apenas lhe quero dizer que a senhorita fez de mim o homem mais feliz de todos , e conseguiu faze lo apenas e só num só dia , mesmo com o meu aspeto monstruoso, e isso nunca permitirei que me roubem , nem mesmo para o lugar para onde vou agora , finalmente em paz , porque assim me despeço daquela que sem dúvida nenhuma , foi o único e grande amor da minha vida!

Madalena não suportou a dor que sentiu ao ouvir aquelas palavras por parte de Francisco , e soltou um grito , um grito ensurdecedor , um grito assustador que todos os que o conseguiram ouvir , podiam sentir quão grande era a sua dor….

Continua…

10 comentários

    1. Bom dia querida Renata, saudades tuas muitas mesmo ❤️olha não sabia do teu email, tenho tido problemas com ele, por vezes vai parar ao spam, mas vou já verificar e peço te desculpa. Sim dentro do possível vou indo amiga, e espero que esteja tudo bem contigo também 🙏beijinhos amiga obrigado pelo teu carinho e fica com Deus também ❤️❤️

      Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s