I do not like loose ends


Para quem tem vindo a acompanhar o meu blog , para aqueles que são mais sensíveis ou possuidores de uma sensibilidade mais apurada, através do que tenho vindo a escrever desde á um ano para cá , que já conseguem conhecer um pouco acerca da pessoa que eu sou ,da minha personalidade e um pouco do meu mundo , pois todas as palavras escritas até hoje contêm a minha verdade , um pouco das minhas experiencias pela vida.

Já verificaram certamente que sou uma pessoa cheia de manias , com uma forma muito particular de visualizar tudo o que me rodeia, e a forma como encaro todas as situações que possa ter partilhado aqui é apenas minha , porque certamente que não existe outra pessoa igual a mim neste mundo , a minha identidade é única , tal como a de cada um vocês!

Refiro várias vezes que não é fácil ser como eu , porque não o é , não com a intenção de fazer de mim uma vitima porque o papel de vitima nunca o soube representar, como também nunca quis ser outra pessoa ou ter outra identidade a não ser a minha!

Tenho e julgo mesmo que já mencionei vezes sem conta que a minhapersonalidade é terrível , não sou uma pessoa fácil , sou muito exigente com aqueles que dê permissão para entrar na minha vida , porque quando entro na vida de alguém também faço tudo o que esteja ao meu alcance para dar o meu melhor, e os poucos mas bons amigos que tenho dizem que uma das minhas melhores características, é saber ser uma boa amiga, pois podemos estar meses sem contacto , mas quando por alguma razão o contacto é feito novamente , a sensação mutua é que ainda ontem conversamos pela última vez. Sabem que sou muito sincera quando lhes digo que estou sempre aqui , porque me conhecem e sabem que eu distingo bem um amigo de um conhecido, são coisas muito diferentes. Os meus amigos são considerados como uma extensão da minha família, pois sinto os como tal e sei que é reciproco , pois a vida tem feito questão de nos provar isso. Aceitam me tal como sou , e quando me fazem criticas , nunca são destrutivas , mesmo aquelas que são chamadas de atenção , são sempre com o desejo genuíno de ser o melhor para mim, e nunca o fazem em forma de conselho pois pensam como eu , se os conselhos fossem realmente bons , não se davam vendiam se. Alguns conhecem me desde criança , crescemos juntos e outros fui conhecendo ao longo do meu percurso pela vida , e tornaram se de igual forma importantes como aqueles que me conhecem á mais tempo. Acima de tudo o que nos une , o que solidifica e cimenta a nossa amizade , é o respeito que temos uns pelos outros, isso é algo muito forte e poderoso , acreditem.

Eu detesto faltas de respeito , mentiras , falsos julgamentos , ditos e mexericos , invejas , traições e já exclui pessoas da minha vida , e refiro me a familiares de sangue por razões como esta , pois não sou obrigada a ter ninguém na minha vida com más intenções, que possam trazer consigo negatividade. Por hábito não as excluía de imediato , mas quando me causavam mais tristezas que alegrias, quando conseguiam magoar me , bom por muito que eu tivesse consciência que iria sofrer por algum tempo com isso , eu retirava as de minha vida , porque simplesmente eu sou assim , quando atinjo o meu limite , significa que acabou que está na hora de seguir para a próxima etapa . Sempre detestei ter pontas soltas em minha vida , nunca gostei de deixar um assunto por terminar ou mal resolvido , mas nem sempre isso é possível fazer pois por vezes surgem assuntos muito mais sérios e aos quais devemos dar a nossa máxima importância , e tem sido uma das coisas que a minha doença descoberta em 2001 , me tem vindo a ensinar .

Existem circunstâncias em que somos colocados não por opção , mas que por alguma razão aconteceu estarmos dentro delas, é como estar no meio da chuva sem que tenhamos pedido para que chove se , no entanto caberá a cada um de nós continuar á chuva molhando se , correndo o risco desnecessário de cair numa cama doentes , ou abrigarmos nos da chuva , esperando que ela passe , salvaguardando a nossa saúde. Em tudo na vida existe sempre a opção de fazermos uma escolha , e por vezes ela está mais clara e diante de nós do que aquilo que alguma vez imaginaríamos, a única coisa que não nos é dada a opção de escolha é de nos aparecer uma doença. E isso , meus caros leitores , é algo que nos modifica , é algo que faz com que nos reinventemos vezes sem conta e sem fim!

E isso é algo que não desejo a ninguém , nem mesmo aqueles que mesmo sabendo o quão grave a minha situação de saúde possa ser ou pudesse estar , tantos problemas me criaram ..porque afinal , eu sempre quis foi viver e deixar viver , simplesmente sendo sempre quem fui, a Carla Milho!

Quando o ser humano for capaz de entender que nada é tão certo e seguro ,como por vezes possa pensar , passará a dar a real importância aquilo que sempre deveria ter dado!

Obrigado a todos os que leem e apreciam o meu blog , um grande bem haja a todos vós!

Um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s