The love spell -part VII


Olá caros leitores,

Francisco ainda estava perplexo e aturdido com aquilo que se passava na sua vida , e agora ainda mais porque aquela mulher não o via como um monstro, e não sentia medo dele.

Na verdade era isso que ele tinha medo , que o vissem como um monstro , como uma aberração pois era assim que se sentia cada vez que olhava para o seu reflexo no espelho. Ainda não conseguia compreender a gentileza de Madalena , mas no fundo sentia se grato por ela estar ali em sua casa , no dia de seu aniversário. Todas estas emoções eram novas para Francisco , pois nenhuma delas estiveram presentes em sua vida antes , e a vida anterior , a que ele havia vivido antes daquela transformação , parecia lhe cada vez mais distante .

Madalena trazia consigo um cesto de piquenique , e pediu a francisco se o poderia colocar em cima da mesa que estava diante deles. Francisco estava tão distraído que não se tinha apercebido que ela trazia consigo aquele objeto, e começou a sentir se zangado consigo mesmo , pois ele não era assim, não era distraído, tinha educação e maneiras , e ainda não tinha utilizado nenhuma delas , dessas suas qualidades. Rapidamente tirou das mãos de Madalena , o cesto e sentiu que este estava um pouco pesado , e tentou fazer uma piada com isso.

Menina Madalena , a senhorita por acaso trouxe comida para um regimento de pessoas , ou apenas para dois meros mortais , como nós dois?!- E esboçou um belo sorriso ao ver Madalena a rir de sua piada!

Disparate Senhor Francisco , o que está ai dentro que possa pesar um pouco mais , é o seu bolo de aniversário , feito por mim !- Disse passando por ele ,começando a retirar a comida de dentro do cesto.

Aquelas palavras atingiram o coração de Francisco como um trovão , e por momentos um apito agudo soava em seus ouvidos , sentou se porque o seu coração batia desenfreadamente. Madalena continuava a retirar a comida , e de repente a mesa estava posta , e parecia mais um banquete cheio de cor e comida saudável.

Francisco e Madalena passaram o dia juntos , contando pormenores de suas vidas , comendo e fazendo pequenos brindes com um excelente vinho tinto , uma das inúmeras garrafas que Francisco tinha na sua despensa , que mais parecia uma pequena adega, mas a noite já tinha substituído o dia , e a lua tinha ocupado o lugar do sol. Estava na hora de Madalena ir para sua casa…

Lá em cima no Universo , a bruxa de vestido preto começava a sentir orgulho do seu feitiço!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🌹💖

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s