The love spell -PART VI


Olá caros leitores,

Assim que abriu a porta Francisco sentiu um arrepio ao olhar talvez pela primeira vez com mais atenção aquele rosto… Era uma mulher bela , simples , o género de beleza que lhe passaria despercebido , se fosse á umas semanas atrás , mas agora algo havia mudado .

Sua voz era inebriante , e esboçou um sorriso um pouco tolo .Que se passava com aquela mulher que olhava para ele , e não se assustava com o seu horrível aspeto ?!

Posso entrar , Sr. Francisco ? Sei que vim sem ser convidada , e sem ter anunciado a minha visita ,mas talvez se o tivesse feito o senhor o teria impedido. -Disse com a sua voz um pouco tímida.

Disparate , pensou Francisco , onde estava a sua boa educação?!

Entre, senhorita Madalena , desculpe a minha falta de educação- Disse dirigindo se para a sua sala , convidando a a sentar se .

Estava perplexo , mas mesmo assim perguntou aquela mulher a razão que trouxera até ali . Sorrindo , ela perguntou lhe se ele sabia a data em que se encontravam. Francisco pensou , mas tinha a certeza que não se tinha esquecido de nenhum exame marcado ou então não lhe haviam comunicado a marcação de algum. Ainda meio confuso , respondeu a Madalena que não tinha conhecimento de ter falhado algum exame naquele dia.

Ela sorriu ainda mais , e ele não consegui conter o seu sorriso também, mas não compreendia porque estavam ambos a sorrir como tolos. Foi então que ela gentilmente lhe explicou que achou por bem fazer lhe uma visita pois era o dia do seu aniversário , e em sua opinião alguém como ele não deveria passar o seu dia de anos sozinho.

Francisco estava boquiaberto, perplexo completamente á toa . Ela tinha razão era o seu dia de anos , e ele estava tão absorvido com a sua nova realidade, que já não prestava atenção aos dias do calendário , para ele a contagem mais importante era contar s dias até completar os 18 meses que lhe haviam sido dados como prazo.

Estava realmente surpreendido pois nunca antes havia deixado passar um aniversário seu em vão , sem ser devidamente celebrado, mas isso era o Francisco que já não existia , era o Francisco que estava escondido dentro de si e amaldiçoado!

Senhorita Madalena , porque está a ter este gesto tão generoso comigo , foi Dr. Mauro que lho pediu ?-Perguntou Francisco com uma voz sumida .

Não , claro que não . Disparate Sr. Francisco , eu acho que o senhor pode ser uma excelente companhia , alguém com histórias muito interessantes , quem sabe para compartilhar com alguém como eu , e calculei que se iria isolar no seu dia de anos. -Disse com firmeza Madalena .

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🌹💖

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s