Making peace with our mistakes


Olá caros leitores,

Por vezes para podermos alcançar a paz que tanto desejamos ter é necessário que perdoemos os nossos erros e fazer um esforço para perdoar os erros e as injustiças que possam ter cometido connosco.

Sim, sim é mais fácil falar do que fazer, nem imaginam como eu compreendo bem o significado desta frase.

Não sou uma pessoa que perdoa com facilidade, desculpo mas fica sempre uma restea de mágoa dentro de mim, e não estou a traumatizar, porque para me conseguirem magoar é porque essa pessoa tinha esse poder, caso contrário, as opiniões e as críticas alheias nunca me afectaram porque nunca lhes dei tal poder.

Mas descobri que realmente o melhor perdão, aquele que realmente importa é aquele quando nos perdoamos a nós mesmos.

Esse sim!

Esse faz verdadeiros milagres e é o que nos liga novamente, a vida e nos dá aquilo que mais precisamos, a força e a coragem para continuar em frente, no nosso caminho!

Menciono várias vezes que sou uma pessoa que adora ser do contra, e sou muito teimosa e sinceramente julgo que sejam algumas das qualidades da minha personalidade, porque ambas têm me ajudado a manter algum equilíbrio emocional e psicológico, e nunca me permitiram quebrar perante algumas situações complicadas que já vivi e certamente que continuaram enquanto eu existir.

Mas foi após ter chegado à conclusão que tinha que perdoar os meus erros e parar de uma vez por todas com as exigências que fazia a mim mesma, que senti um enorme e maravilhoso alívio dentro de mim. Os maiores erros que cometi foram querer fazer tudo sem pedir ajuda, e assumir as culpas dos erros que não tinha sido eu a cometer, porque era mais fácil para mim ver me imperfeita do que ver as imperfeições dos outros. E isso… Pois isso foi um preço muito grande que paguei, ao ter colocado expectativas tão elevadas em quem não devia.

Para mim aquele que negue os seus erros, é aquele que os continuará a cometer, a viver as suas mentiras de alguma forma porque assim o quer, assim o acha correcto. E então, quem sou eu para dizer que não, para dizer que está errado?

Ninguém, porque eu apenas sou dona de mim mesma e isso já me dá muito trabalho. Contudo também não sou ninguém para ser a responsável, e para assumir aquilo que não fiz.

E existem erros que quando chegar a altura de os pagar, a factura e o valor que o carma irá apresentar será muito elevado e aí será tarde demais para redimir aquilo que foi feito!

Sou imperfeita e tenho mais defeitos que qualidades, no entanto aceito a verdade, aceito me tal como sou e gosto de ser assim, e a cada etapa, a cada degrau que subo na minha vida, para mim constitui uma pequena vitória, porque ainda estou viva para o comemorar!

Por alguma razão nunca fui a princesa presa num castelo à espera de ser salva, mas sim a princesa de armadura vestida e guerreira, que mesmo com os olhos cheios de lágrimas, sempre encarei as minhas batalhas.

Actualmente a minha perspectiva é diferente, e a minha frieza é uma das minhas melhores defesas, e o meu silêncio é o idioma que comunico com aqueles que simplesmente me cansei de dizer não, porque a minha vida é muito mais importante que outra coisa qualquer ou banal, pois apesar de ter uma inimiga silenciosa dentro de mim, esta que é a minha doença não me causa tanta desilusão como alguns que passaram em minha vida o fizeram… E eu segui em frente, porque acredito em mim e isso é o suficiente!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🌹💖

17 comentários

  1. Admiro pessoas que sabem admitir seus erros , acho triste quem passa a vida sem admiti – los, por que passarão a vida inteira errando. Mas como você falou, a minha vida já me dá trabalho o suficiente, olhar para a vida dos outros não preciso. A foco é em nós mesmos e na nossa evolução!

    Boa tarde ❤

    Curtido por 2 pessoas

  2. Well said Carla! We need to admit our mistakes and forgive ourselves so we can move on. People who never admit their mistakes will continue to make those same mistakes over and over and never be able to live their life fully. Great post Carla, keep at it!😁😸🌞😻🌹🌼

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s