The worst person , i ever met


Olá caros leitores,

E quem é quem ?!

Já alguma vez se depararam com este dilema em vossas vidas?!

Para vosso bem , espero que não , porque é extramente desagradável chegarmos a um determinado ponto em nossas vidas, e darmos nos conta que não reconhecemos quem é quem!

Pois quando acreditamos em demasia em quem não devemos , é esse o risco que estamos a correr , quando vamos contra a nossa intuição, quando ela nos diz que nada irá mudar nunca . Depois disso não reconhecemos mais essa pessoa , e por vezes chegamos mesmo a pensar o que nos fez gostar algum dia dela.

Eu em tempos já bastante remotos , quando era muito nova, talvez por isso me tenha marcado tanto pela negativa, pela inocência característica da idade, conseguiram fazer com que a dada altura eu me tenha perguntado, porque razão tinha algum dia gostado daquela criatura.

Mas eu sempre possui esta característica de passar de 8 para 80 , de não ter meio termo ,e como tal assim que aquela criatura me magoou , me desiludiu , me mentiu , pronto o meu 8 ativou!

Passei de gostar muito dele , para me questionar como o pude fazer, era muito nova porém nunca gostei que brincassem com os meus sentimentos, e ainda hoje detesto , porque se existe coisa que eu respeito muito , são os sentimentos dos outros !

E felizmente que a vida nos afastou um do outro , porque durante algum tempo o que eu senti por aquela criatura eram sentimentos muito negativos , porque abomino a mentira, a traição e o sentimento de possessividade.

Isto foi um tempo antes de conhecer o homem com quem casei, e que continua a ser o meu marido, e a minha primeira e verdadeira paixão, tenho consciência que era muito nova ,mas aquele horrível ser humano poderia ter contribuído para que eu desenvolve se o medo de namorar. Sim, porque tudo não passou de um breve e rápido namoro que nem sobreviveu a um verão inteiro, e não passou de uns beijinhos inocentes. Mas aquele rapaz era tudo menos bom e sem quaisquer princípios, e não foi preciso muito tempo para se revelar , para mostrar o pior que um ser humano pode ter, a maldade!

Sim os jovens têm fases em que as suas partes más , são superiores ás suas partes boas , as suas personalidades ainda não estão totalmente definidas e estão na fase das descobertas, mas penso que é nessas idades que fica desde logo estabelecido ,qual é o lado a que pertencem .

Já sabem distinguir o bem do mal , e esse rapaz já o sabia , com 14 anos , já sabemos.

E realmente até hoje foi a pessoa que menos prazer tive em conhecer em toda a minha vida , porque mesmo com essa idade dava para ver que tudo o que ele toca se acabaria por se destruir. Imaginem aquele género de pessoa que já não quera outra ,mas que porém não permite que ela seja de mais ninguém, pois ele era assim .

O nosso namoro , se é que alguma vez lhe poderei chamar isso , terminou, porém aquela criatura estranha e egoísta não queria que eu fala se sequer com outros rapazes, chegando a dizer me que se eu não queria namorar com ele , não iria namorar com mais ninguém , e tomem nota que tinha apenas 14 anos de idade, assustador , nem sequer quero imaginar no homem adulto em que ele se tornou. Provavelmente ter se á tornado naqueles homens violentos que batem nas mulheres , ou que chegam mesmo a mata las , por se considerarem donos dela.

Foi uma experiência extremamente desagradável , como já referi , porque esse género de pessoas tornam se violentas a qualquer momento , são controladoras , e perigosas.

Não voltei a ter noticias dessa criatura , foi como referi uma coisa de miúdos e de verão , mas necessitei da ajuda do meu melhor amigo para me livrar daquela incomoda situação.

Realmente quem vê caras não vê corações , e esse rapaz até tinha uns olhos muito bonitos no entanto por detrás eles , já se desenvolvia uma personalidade muito má , a de se considerar dono de alguém .

Ao longo do resto da minha vida , já conheci outras pessoas más e negativas , porém nunca nenhuma delas me fez sentir medo como aquela . Nunca gostei que alguém me considera se como um bem adquirido ou que se intitula se como meu dono, sempre gostei muito da minha liberdade , sempre valorizei muito a minha independência e nunca gostei de interrogatórios. Ainda bem que o homem com quem me casei não tem nada destas características, e sempre soube respeitar o meu espaço e a minha forma de ser, porque caso contrário certamente, não me teria chegado a casar com ele.

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🌹💖

6 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s