When life is a freight


Olá caros leitores,

E quando a vida está tão monótona, que é quase um frete… Bem, não propriamente a vida em si, mas todos os acontecimentos nela.

Por vezes, algo que não nos satisfaça, pode levar nos a viver contrariados, fazendo fretes.

E para não conviver sempre com esse sentimento de insatisfação, inventamos mil e uma desculpas, de forma a evitar fazer fretes, por muito tempo.

As insatisfações pode ser inúmeras e variar de pessoa para pessoa, o problema é permanecer com essa insatisfação, continuar a fazer fretes, sem que se tome uma atitude!

Além de ser muito complicado, é viver com uma bomba relógio, prestes a rebentar a qualquer momento. O que outrora foi uma insatisfação, tornar-se a um enorme problema, à medida que o tempo vai passando, e não se tome uma atitude.

É… Por vezes, a solução é simples e está mesmo diante de nós, e visível num piscar de olhos, porém a tendência é escolher o atalho, o errado, o fácil, o oferecido.

Descomplicar e dizer a verdade, ser corajoso, para assumir um erro?!

Não, claro que não. O caminho da mentira é muito mais sedutor, e o perigo, é um afrodisíaco para certas coisas.

Tornar nos melhores, sentir esse desejo e coloca lo em prática, dá muito trabalho, e para quê o esforço, se por agora as mentiras correm às mil maravilhas?!

Não sejamos patéticos, por favor!!!

A acção está em viver, vidas duplas, em possuirmos mais do que uma personalidade, aqui não há fretes e as novidades, bem, são sempre fresquinhas, não aborrecem com conversas chatas,e apenas temos que abanar nossas cabeças, e vamos dizendo hum, hum, para não sermos descobertos, como se estivéssemos mesmo interessados no assunto… Bastante fácil, como podem ver.

Mas viver constantemente estas vidas duplas, estas várias personalidades, é viver de uma forma muito perigosa, porque chegará o dia em que nos iremos perder, pois não saberemos mais, qual é a nossa verdadeira personalidade… Teremos perdido totalmente a nossa identidade.

E talvez nessa altura,olheremos para o nosso lado e veremos que estamos sozinhos, e nos demos conta que afinal as conversas não eram assim tão chatas, aborrecidas e que a vida que tivemos outrora, não era aborrecida e não era um frete vive la… E no final, sentiremos saudades daquilo que, era o mais verdadeiro!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 😊🌹🤗

4 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s