The broken confidence


Olá caros leitores,

A confiança …

A confiança é algo deveras importante, e é também a base para que todas as relações funcionem com maior solidez, concordam?

Para mim ,é sem dúvida umas das coisas mais importantes, em todas as relações , sejam elas de amizade , ou de outro género!

E quando eu perco a confiança em alguém , bem meus caros leitores, tudo em mim muda. Desde a forma como irei tratar essa pessoa , como os sentimentos que possa ter sentido outrora …

Acontece tudo de forma automática, não faço planos previamente , mas realmente no que diz respeito a confiança , não tolero que me façam. aquilo que eu não seria capaz de fazer a ninguém .E quando tomo uma decisão ,um pouco mais drástica após terem traído a minha confiança , faço o sem dó nem piedade…sou verdadeiramente irredutível com este assunto!

E por culpa de alguém, desde há muitos anos que a minha confiança com todas as pessoas com quem me relacione, estou sempre com um pé atrás. Já a traíram demasiadas vezes, e talvez por mecanismo de defesa , hoje em dia a única pessoa em quem eu confie a 100% , é em mim mesma!

Eu sou a única que posso afirmar aquilo que faço , aquilo que penso , aquilo que desejo e os segredos que não tenho, todos os outros poderão dizer , o que eles quiserem ,porque todas as suas atitudes e segredinhos, demonstram o contrário de cada palavra pronunciada.

Já apanhei muitos segredos alheios , precisamente porque me fui apercebendo que as palavras pronunciadas já não me soavam da mesma forma, a minha intuição alertava me para tal!

O meu sexto sentido , creio que seja este mesmo, aminha sensibilidade apurada para detetar mentiras e traições , ás vezes irrita me um pouco ser assim , mas como diz uma grande amiga minha …se eu fosse mais burra , talvez fosse mais feliz!

Mas estou certa que nenhum , dos meus queridos leitores , gostará de ser atraiçoado ou que vos mintam. Penso que as únicas pessoas, que gostem desse género de situações , serão aquelas que gostem de viver assim, e mesmo nesse nicho de pessoas, existiram aquelas que gostaram de trair e de mentir aos outros , mas caso haja alguém que lhes faça o mesmo , o mundo desaba, estou convicta desta minha afirmação!

Aqui aplica se na perfeição , “Não faças aos outros aquilo que, não gostarias que fizessem a ti”!

Mas nada disto é aplicado na vida real, muito mesmos com as pessoas que tanto adoram a nova postura milenar. O ser humano adaptou se com tanta facilidade , a conseguir tudo de uma forma simples , sem ter que conquistar nada , sem ter que dar importância a valores, que os que não compactuem com este novo género e postura , é quase um marginal aos olhos das sociedades, ou um ser humano estranho e esquisito. Esta é a minha sincera opinião.

Eu pertenço a esse grupo de marginais ou de estranhos, porém sinto me muito confortável deste lado e não faço intenções de mudar!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós!

7 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s