The darkest side 🌑


Olá caros leitores,

“Quando pensei que ia cair, foi quando comecei a voar!”

Lindíssima frase, não concordam?

Quem a souber interpretar na íntegra, saberá ler o conteúdo que está escondido nas suas entrelinhas.

Julgo que muitos de nós já terá passado por uma experiência de vida muito negativa, na qual talvez alguns tenham vivido num lugar escuro e frio.

Por vezes essas experiências são tão negativas, que nos corroem de dentro para fora, desde a alma ao nosso corpo, e durante esse tempo o cenário onde tudo isso ocorre é escuro… É o lado mais negro!

Eu vivi num lugar durante quase três anos, e não tenho vergonha de vos confessar que esse lugar quase custou a minha vida, não foi por eu ter enveredando pelos caminhos do álcool ou das drogas, mas sim por causa da maldade humana. Deixei me que tratassem como uma marioneta, como um brinquedo, um objecto que estava colocado numa prateleira à espera de ser utilizado. Ainda não percebi que pessoa eu fui durante esse tempo todo, talvez até nunca chegue a perceber. O importante é que consegui reunir as minhas forças e sair de lá!

A pessoa que eu era morreu juntamente com a última cirurgia que fiz precisamente à três anos, e fui eu mesma quem fez questão de mata la, para que nunca mais ela tenha a possibilidade de voltar.

Eu sou uma pessoa muito activa, que detesta estar dependente dos outros, seja em que aspecto for, sou uma pessoa que está constantemente insatisfeita com o conhecimento, sou uma pessoa que adora aprender mais e mais. E foi um enorme problema para mim, nessa altura sentir me um fardo, um peso para todos, eu sabia que a minha recuperação não iria ser fácil, e que a minha vida sofreria uma mudança por ter retirado um dos órgãos que produziam defesas para o meu organismo, mas sinceramente pensei que com o apoio correcto, eu adaptar me ia de uma forma mais simples. Pois…. Nada disso aconteceu, tudo o que aconteceu foi precisamente o oposto.

Essa fase foi recente e marcou me de tal forma, que ainda tenho dias em que sinto raiva de mim mesma, por me ter submetido a tudo o que se passou , eu sou muito mais inteligente que aquela pessoa de há três anos atrás!

Mas talvez tenha sido necessário ter passado por tamanha escuridão, pelo lado mais escuro para me aperceber que estou viva, que luto diariamente contra um inimigo silencioso que é a minha doença, e que todos aqueles que tenham sido culpados por terem sido cobardes, maliciosos, mentirosos e manipuladores apenas ajudaram a que a verdadeira Carla volta se!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🤗🌹😊

15 comentários

  1. It’s said that, ‘what doesn’t kill us makes us stronger’. You are a stronger person from the experience, however dark, cold and unpleasant that it was, having now emerged with the wisdom to embrace your life more fully, to think independently, loving your family & yourself, and to recognize the deceit common in others. I am happy for you, Carla, staying true to yourself and escaping from those dark influences. Carpe diem, my friend 👍

    Curtido por 4 pessoas

  2. dear Carla, a singer from my country, whom I love very much and who sings in our regional language “Enzo Avitabile”, says “those who do not know the dark cannot understand the light”. If so, then .. may the (sometimes inevitable) darkness help us understand even more the beauty of light and become something potentially positive. Have a Good day ^^

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s