Distinguir um bom conselho de um…. péssimo! 😬👀🌹


Olá caros leitores,

Possuir a capacidade de distinguir entre um bom e um péssimo conselho, parece vos algo difícil?

Bom, eu creio que não!

Se somos seres vivos, e nos foi atribuída a capacidade de pensar, também saberemos distinguir muito bem, uma coisa boa de uma coisa má. Claro que não me refiro à fase em que somos crianças, mas a partir de uma certa idade, já somos capazes de saber fazer essa distinção.

Todos já demos conselhos e também já pedimos conselhos a alguém, penso que faz parte do quotidiano da vida de todos nós!

Existem pessoas que procuram conselhos por tudo e por nada, como também existem pessoas que têm muita dificuldade em pedir conselhos… O ser humano é diferente, cada um é único à sua maneira!

É assim que funcionamos, todos iguais, no entanto todos diferentes.

Quem me conhece costuma dizer, que uma das minhas maiores qualidades é saber ser uma excelente amiga, é como vos costumo dizer sou de 8 e 80, comigo é tudo ou nada, não tenho meio termo, e isso aplica se no contexto de eu ser uma boa amiga ou não, também. Eu sou muito selectiva com as minhas amizades, quando não gosto de alguém que acabo de conhecer, foram raras as vezes, que a minha percepção e intuição me enganaram. No entanto não ser amiga, para mim não significa ser uma má amiga, significa apenas e só não ser!

Para mim algo que não é, não existe e por essa razão, é me indiferente. Porém e infelizmente, nem todos pensam assim. Corrijam me se acharem que estou errada, quando temos “amigos” em nossas vidas, que não estejam a atravessar uma boa fase e enfrentem, por exemplo, problemas com álcool, com suas relações amorosas, com drogas, com o emprego, etc, esses personagens têm por hábito escolher alguém com fraca personalidade, alguém que já tenha por alguma razão, em algum momento tido um desabafo,tenha partilhado algo que pudesse estar a incomodar naquele momento de sua vida, e dessa forma expôs se como fraco naquele assunto, alguém muito fácil de ser manipulado.

Meus queridos leitores, gostaria imenso de vos dizer que nunca vi este género de situações acontecer a alguém muito próximo de mim, mas infelizmente já vi, mais vezes que gostaria, e à conclusão que eu cheguei foi que quem está mal, quem está a atravessar uma fase difícil e se enquadre neste género de personagens, faz tudo por tudo para arrastar alguém fraco consigo, afinal quem está mal, não gosta de se sentir sozinho. É verdade já vivi bem de perto este género camuflado de malícia, graças a Deus, que não fui eu a vítima escolhida. Também não querendo ser gabarolas, não sou uma pessoa fácil de manipular!

Aqui está a destreza de sabermos distinguir os bons conselhos… Dos péssimos, aqueles que podem envenenar de tal forma a nossa vida, que poderá causar lhe uma transformação enorme e profunda… Dá muito que pensar!!!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 😊🌹🤗

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s