A vingança é um prato que se come frio?! Hum…. 🤔


Olá caros leitores,

Vingança….!!!

Bom, acho que é um sentimento obstinado que nos corrompe e corrói a alma…

É mais fácil falar do que fazer, eu tenho perfeitamente bem a noção disso, mas acreditem que a verdade é mesmo esta, não vale a pena!

A verdade é que desperdiçamos energia ,tempo e desgastamos o nosso estado físico, psicológico e emocional .E tudo isto é bastante negativo para nós.

Deixemos que a própria vida se encarregue de dar uma lição aos que nos fizeram mal ,aos que nos causaram infelicidade ou sofrimento, eu sou uma pessoa que acredita no karma!

Já vivi situações que me fizeram acreditar no karma, que me fizeram acreditar que é aqui durante a nossa vida que todas as ações praticadas ,mais tarde ou mais cedo têm um custo, a fatura virá parar às nossas mãos !

Vou dar vos um exemplo pessoal. Quando eu tinha três anos ,o meu pai traiu a minha mãe, com outra mulher e a causa /consequência disso foi a separação ,o divórcio .Afastou se inclusive de mim, que apenas era uma criança , e assim levou em frente a sua escolha! A situação do divórcio ,teve que ser resolvida em tribunal, como seria de esperar ,e também a pensão de alimentos que ele teria que dar à minha mãe. E por ordem do tribunal , ficou estabelecido que eu teria que ir com ele ,para a sua nova casa de 15 em 15 dias, até aí tudo normal ,porque tenho memórias de ter os meus 3 anos .e ele ser um pai carinhoso .A situação grave que se originou . não foi ele quem a cometeu ,mas ele é que deveria ter sido mais responsável ,porque após uns tempos de eu ter começado a ir para sua casa quinzenalmente, a sua nova mulher enquanto eu dormia uma sesta durante a tarde ,resolveu colocar ,num dos meus ouvidos ,missangas (aquelas pequenas bolinhas com as quais se fazem fios ,pulseiras, etc.),como devem calcular o resultado não foi bom , e até poderia ter sido pior , mas felizmente após uma intervenção no hospital os médicos conseguiram impedir que eu perde se a audição desse ouvido!

Após este triste e grave episódio , ele deixou de me vir buscar , e foi quando a nossa relação definhou completamente .Muitos anos depois , já eu tinha constituído a minha própria família , o meu pai reapareceu novamente em minha vida , e desta vez resolvi dar ouvidos à minha mãe que sempre me incentivou a falar com ele , e tomei conhecimento através dele ,que se estava a separar daquela horrível mulher .Porém entre nós a única ligação ,que existia era apenas biológica ,nada mais que isso e por isso a convivência ,entre nós dois não durou muito tempo , mas durou tempo suficiente para que ele me conta se que aquela horrível mulher tinha falecido ,sozinha e abandonada por todos em sua casa, 28 anos depois de me ter feito mal! A fatura tinha finalmente chegado , o karma!

Não foi apenas esta experiência vivida que me fez acreditar no karma, houve outras mas para mim talvez esta tenha sido a de maior relevância , e por isso resolvi partilhar com vocês , meus queridos leitores.

Também eu já me considerei uma pessoa vingativa quando me sentia lesada por algo que me pudessem ter feito , mas a idade traz algo que quando somos mais novos não temos a capacidade para entender ,trás sabedoria. E foi assim a partir de uma certa idade que deixei de sentir aquela vontade imensa de me vingar fosse de quem fosse, e por acaso até vos posso dizer qual a idade que eu tinha quando isso me aconteceu …Eu tinha 29 anos, pouco tempo após ter ficado a saber da minha doença!

Desde então , e a partir desse momento cada vez que acontece algo que me prejudica, e é feito com essa intenção , eu entrego tudo nas mãos do karma , para que um dia as faturas cheguem até quem tanto mal me proporcionou.

E sabem uma coisa?

Sou muito mais feliz assim , sinto me muito mais leve , menos amargurada!

Existem algumas faturas pendentes ,por causa de uns acontecimentos decorridos há poucos anos atrás , outras há poucos meses e alguns a decorrer ,mas deixei de lhes dar importância , vivo o meu dia a dia e nada mais …Talvez um dia ,essas pessoas venham a lamentar tudo o que estiveram a fazer , mas tal como agora quando esse dia chegar , eu não quero saber!

Em forma de conselho, vou digo…. Abandonem possíveis vontades que possam surgir em vossas vidas, em relação a vingarem se de alguém, entreguem tudo nas mãos do destino, do Karma, e vivam bem e felizes, porque é por essa razão que nos concederam este pequeno milagre chamado vida!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🌹🤗😊🌹

6 comentários

  1. Bom dia Carla….texto interessantíssimo..vingança na minha honesta opinião…não vale a pena de forma nenhuma…serei tao igual ou pior que o outro se assim eu pratica la…entreguemos ao universo a Deus o que de mal nos fizerem,sei que não e facil assim.. mas e o que de fato eu acho…Bom dia a vc excelente semana…fica c Deus.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Vengeance le mot est un peu fort. Tout ce qui arrive dans l’ordre des choses, ce sont les choses de la vie, cela corrige la trajectoire, cela renforce la stature, telle une armure. Cela gêne dans les mouvements, les réactions. Comme les escargots nous portons tous une charge plus ou moins lourde. Dire les choses, écrire les choses une sorte de Fengshui, un art chinois de 5.000 ans et 4.000 ans pour le Tibétain.
    Dans mon entourage immédiat, je connais bien une figure très connue du Fengshui Tibétain. Elle maîtrise très bien son art, son blog Wp est : https://leblogdufengshui.com/author/fengshui33/

    Je suis celui qui lui ai mis le pied à l’étrier du blog WP.
    Carla mes bises affectueuses.
    Courage !

    Curtido por 2 pessoas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s