Eu sou um doce, o problema é quando acaba o açúcar…


Olá caros leitores,

Como vos tenho vindo a escrever, em vários post já publicados, possuo uma personalidade muito especial, um pouco diferente e difícil, com mais defeitos que qualidades!

Eu até sou um doce de pessoa, caso me consigam convencer também que são boas pessoas, caso contrário, todo o meu açúcar desaparece e aí é que está tudo estragado!

Não tenho o hábito de me meter na vida alheia, nem sofro ao sentir inveja da vida de ninguém, nem sinto cobiça dos maridos das poucas amigas que tenho, acho falta de respeito e dignidade ter esse tipo de atitudes, o que não faltam no mundo são homens, e até nos tempos em que eu fui solteira, os meus princípios já eram esses!

Não consigo compreender a estranha mania de se ter relações com pessoas que já estejam numa relação, não consigo mesmo…

Não é por ser ciumenta, que penso desta forma, é por achar uma enorme falha de carácter e de respeito. Ciumenta, já fui mas já passou tanto tempo que não me lembro mais como era!

Ninguém é propriedade de alguém, mas num relacionamento, um dos alicerces que o constituem, e um dos mais fortes é o respeito. E esse uma vez, perdido funciona tal e qual a confiança, é difícil de recuperar!

E comigo esses alicerces estão presentes em todo o género de relações que tenha com todas as pessoas, não só com o meu marido. Com os meus filhos, restante família e amigos funciona da mesma forma, uma vez que traiam esses valores, automaticamente eu fico uma pessoa totalmente diferente, porque se eu me esforço por não o fazer a ninguém, não tenho de admitir que mo façam a mim, isso é um ponto bem assente!

Eu tenho por hábito, dizer que quem gosta de mim assim gosta, quem não gosta temos pena!

Sinceramente, com 44 anos o menor das minhas preocupações é tentar agradar a todos…

Iria ser um cansaço terrível, passar o meu tempo inteiro a modificar a minha personalidade ,consoante a pessoa com quem estivesse, e para além de tudo e o mais importante, nunca seria eu.

Um dos piores defeitos que possuo, é talvez quando me contrariam, eu sei que a vida é feita de contrariedades, mas eu refiro me especificamente àquelas que que são feitas propositadamente!

Ah, bolas ! Essas fazem com que eu vire um bicho!

Sabem aquelas conversas que vocês repetem, como se fossem papagaios?

Não sei, se já se deram conta de o fazerem, eu sim …E hoje em dia ,cada vez que me dou conta de estar a ter novamente o mesmo discurso sobre o mesmo assunto, cresce em mim, uma enorme vontade de fazer um reset, como se faz quando um aparelho eletrónico necessita de ser reiniciado! E esta vontade é cada vez maior! Dou por mim a combater com a estupidez alheia e sinceramente ,já não me resta mais vontade de o fazer ,porque a estupidez não é cometida por mim!

A cada 10 ou 20 anos, a minha vida muda sempre de trajetória ,tem sido assim desde que me lembro de ser gente, parece algo que teima em não ter fim, e isso chateia imenso e causa um grande incómodo também! E realmente não sei se é o destino a pregar me constantemente partias, ou se é o mesmo a enviar me constantemente avisos!

Bolas que saturação !

Por vezes sinto que estou viva ,mas que não estou a viver, sinto me tal e qual , um hamster naquelas rodinhas ,ás voltas e voltas e voltas ,sem sair do mesmo sítio ….E é aí que me sinto verdadeiramente contrariada…consequências ???

Oh claro ,seria de esperar e com isso só agravo ainda mais a minha condição clinica.

Porquê é que ainda o faço?

Pois…ainda não encontrei a resposta a essa pergunta! Também não me permito perder tempo com ela, a verdade seja dita! Saturei me imenso de ver todos viverem, sem sequer sentirem a minha falta, esperem vou corrigir ,só sentiam a minha falta quando necessitavam de algo ,caso contrário ,nem se lembravam ,mas a única pessoa que sempre errou ao coloca los á frente, fui eu, ninguém mais .Foi quando me apercebi que estava a ser utilizada como um objeto que ,deixei simplesmente de me importar…Mas como comigo é mesmo 8 ou 80,ao deixar de me importar ,também algo dentro de mim deixou de funcionar da mesma forma, de sentir o que antes sentiu. E isso dá se pelo nome de sentimentos!

Espero que continuem a acompanhar o meu blog e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós! 🌹😊🤗

28 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s