Eu adoro ser diferente e tu?

Olá caros leitores,

Eu,a Carla,adoro ser diferente!

Sou uma verdadeira apaixonada por tudo o que seja diferente, e faça questão de sê lo,detesto o vulgar,o banal.Se houve lição que aprendi,neste ano,e que me fez modificar totalmente a minha postura na vida,foi que não podemos insistir em mudar os factos,nem as pessoas!Quem gosta de ser vulgar e de viver com a vulgaridade,irá sê lo sempre,e por muitas promessas que possa fazer,não conseguirá mudar nunca!

Quando era mais nova, e ouvia os mais velhos dizerem, que com a idade vem outro tipo de sabedoria, nessa altura ,eu tinha muita dificuldade em compreende los!Mas este ano ao ter completado,os 44 anos, apercebi me do verdadeiro significado dessas sábias palavras!

Nunca fiz questão de corresponder a nenhum padrão imposto,fosse ele qual fosse,beleza,ser gorda ou magra,loura ou morena,e também nunca acompanhei a moda.Por isso nunca consegui adaptar me na integra a grupos,sempre os considerei aborrecidos!Cada vez que estava num grupo,o que os meus olhos viam era bonequinhos,todos iguais,competindo entre eles, para verem quem é que conseguiria transformar se com maior rapidez num robôt. E o que eu sentia era pena daqueles pobre coitados!

Mas se julgam que ser diferente é bom perante os outros,bom…não o é!

Passamos a ser vistos,como leprosos ou portadores de uma doença contagiosa,e ao estarem em contacto connosco, irão ficar contaminados!

Isso nunca me causou muito transtorno,porque nunca fui pessoa de dar importância ao que os outros possam pensar ou dizer sobre mim,porque como eu costumo dizer,nunca lhes fui bater à porta a pedir lhes comida ou dinheiro para me pagarem as contas, no final do mês.

Todas as consequências das minhas atitudes,será sempre sobre mim que irão cair.Sou bastante impulsiva e por vezes, tomo decisões com a cabeça quente,porque fervo em pouca água,mas isso acontece quando sou “obrigada”, a concordar com algo que sei que está errado,ou também quando vejo claramente, que me estão a mentir.

O maior problema de pessoas como eu,é que são consideradas pelos seus familiares,como “bichos do mato”,ou anti sociais,mas quantidade não significa qualidade.Eu sou muito selectiva ,poucos e bons!

Também não acredito, que quando alguém faz alguma coisa por outra pessoa,não espere que um dia essa pessoa também faça o mesmo,caso ela venha a necessitar!Quem diga o contrário,está a dizer TRETAS,MIL VEZES ,TRETAS!!!!

Se vocês pudessem imaginar a quantidade de vezes, que eu já fui amiga de alguém, e quando fui eu a precisar já não estava lá ninguém.

Era eu que era amiga delas,e elas não eram minhas amigas.

Damos.mas também gostamos de receber.

Uma das piores desilusões,destes últimos anos ,remota ao ano de 2004 ,quando com apenas 28 anos,tive que retirar o útero por acusa de um cancro no colo do útero,e ainda não tinha eu saído do hospital,já havia um amigo de família, a dizer ao meu marido que, seria melhor para ele não ficar casado com uma mulher, com um problema como o meu!Triste não é?

Desde essa altura,que ainda insisti mais, em marcar posição em ser diferente!

E convenço me a mim mesma,todos os dias que este ano para mim,independentemente da pandemia,e de tudo o que está a acontecer,de negativo na minha vida,eu ainda irei destacar mais a minha diferença.Este ano para mim,ou vai ou racha!

Sempre deixei viver,mas não vivi,sempre me esforcei para fazer os outros felizes,e anulei a minha própria felicidade,mas chegou a hora da minha recompensa,por tudo o que fiz,mesmo pelos que se tornaram ingratos,porque foi a escolha que fiz naquela altura ,mas essa escolha não voltará a ser tomada,porque agora é a vez da minha diferença brilhar,chegou a hora de me dedicar mais a mim!

Tenho 44 anos,luto todos os dias contra algo invisível,que me acompanhará até ao fim da minha vida,e como ninguém irá entender nunca o quanto isso custa,e o quanto assustador por vezes pode ser,decidi finalmente desfrutar um pouco daquilo que me resta,sem pensar se estão de acordo ou não,porque posso até chegar a uma idade avançada,mas não vou querer lá chegar e pensar,que desperdicei a minha vida, em prol de quem não me compreendeu!

Espero que continuem a acompanhar o meu blogue e a minha escrita, obrigado e um grande bem haja a todos vós!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s