Bate leve, levemente….

Quando o vento, em sua fúria, provoca alguma onda de destruição, é a sua forma de manifesto e talvez seja um lembrete para que a humanidade se dê conta, que no final ele sim é intemporal perante ela!

Continue lendo