Conversas com o nosso cérebro💞🥰💬

Olá caros leitores,

Não sei se alguma vez já comunicaram com vocês mesmos…

Poderá parecer algo de pessoas que perderem definitivamente o juízo,certo?

Mas avaliem bem o tema…

Quantas vezes já se deram conta de estarem a falar e não terem ninguém presente a ouvir vos?

Eu digo várias vezes,que quando quero ter uma conversa inteligente com alguém, tenho a comigo mesma(risos)…Poderão estar a pensar que estou a brincar,mas na verdade não estou…Adoro conversar comigo,e como tal nesses momentos,estarei a conversar com o meu cérebro,porque é a partir de lá que tudo acontece…

Para quem pratique a mesma técnica que eu,digo vos que não devem sentir vergonha em fazê lo ou até mesmo em assumir que o fazem,aliás sou da opinião que são poucas as coisas das quais nos devemos envergonhar em nossas vidas,a não ser as que demonstrem a nossa falta de carácter ou de alguma prática maliciosa ,como o homicídio ,pedofilia ,maus tratos,violência domestica,etc,mas isso não são praticas de pessoas de boa índole,por isso não as vou comparar!

A minha melhor conselheira,de algum tempo,é a minha consciência,e sabem quando me apercebi que era ela?

Quando uma vez mais me vi sozinha no campo de batalha!

Foi então que decidi que a minha consciência sempre esteve tranquila,e nunca me falhou com os seus alertas!

Foi através da minha conselheira que sempre tive a perspicácia e a inteligência de descobrir,os segredos que tentavam à força esconder de mim,e onde é que isto tudo se encontra?

No cérebro!

Para mim,virou um hábito ainda mais frequente,falar e escutar o que eu gosto de chamar, de a minha voz interior….Muitos de vós leitores,estarão certamente com pena de mim,ou então muitos de vós já me colocaram um rótulo de insana,talvez…Mas talvez um dia e sinceramente,não vos desejo tal sorte,se estiverem num buraco fundo,na escuridão a gritarem por socorro e todas as pessoas vos virarem as costas,talvez se lembrem das minhas palavras e me dêem razão!

Muito antes desta situação de pandemia que estamos a viver mundialmente,eu estive nessa situação que vos descrevi no paragrafo anterior,e foram mais os dias em que a ideia do suicídio estava presente na minha cabeça,do que os dias em que ela não estava!

E depois apareceu este vírus,como a cereja que faltava no topo do meu bolo!Foi aquela gota de água que faltava para o meu copo transbordar!

Então ao invés de lutar contra aquilo que já sentia,mas que teimava em reprimir dentro de mim,apenas para agradar terceiros,resolvi dar ouvidos à razão,que era a minha e a qual sempre esteve certa!!

Foram muito difíceis os primeiros dias de reeducação e auto disciplina,e alguns ainda o são,mas de alguma forma já são menos os que são difíceis,e mais frequentes aqueles em que me orgulho ainda mais de mim mesma!

Durante muitos anos,esqueci me de quem eu era…Esqueci me da Carla, e embora eu soubesse que estava errada,decidi continuar naquele caminho que me teria levado à autodestruição,senão tivesse mudado a tempo.

E mesmo tendo ajuda profissional,sabem quem é que antes disso já me tinha enviado vários alertas,para que eu fizesse essa mudança?

Uma vez mais,o meu cérebro!

Houve alturas que pensei que estava a perder a minha sanidade mental,porque lutava fortemente contra os factos que estavam bem visíveis à minha frente,mas que eu teimava em não serem verdade,porque eu não seria capaz de ter aquelas atitudes vergonhosas com ninguém,e no entanto elas aconteceram na mesma e voltarão novamente a acontecer, e não será necessário ter a antiga normalidade de volta,o problema não é a pandemia.

Existem dois velhos ditados tradicionais e populares portugueses, dos quais eu gosto muito, e que se encaixam na perfeição neste contexto e são eles :

-“Burro velho não aprende línguas novas”

-“O pior cego é aquele que não quer ver”

A data de hoje, posso garantir que sou muito mais feliz, sinto me muito mais leve, porque guardei bem as emoções de sentimentos de culpa, por erros que não havia sido eu a cometer!

Desde os meus 16 anos que me dediquei a ser a melhor mãe, depois a melhor esposa, novamente aos 23 anos melhor mãe, e fui me esquecendo do mais importante… Da Carla, mesmo quando tive conhecimento do meu problema de saúde, não foi por mim que lutei para sobreviver, foi pelos outros!

Não estou arrependida, até porque sou uma pessoa que sente mais arrependimento por algo que não fez, do que propriamente por algo que fez, mas à dois anos atrás foi me dada uma nova oportunidade, após ter escapado aquela cirurgia tão traumática com vida, e foram necessários dois anos para que eu pudesse chegar a essa conclusão.

Continuo a lutar pela minha sobrevivência, continuo a ter que arranjar forças para tal, mas em primeiro lugar antes de todos mais, é em mim que faço essa busca no meu interior, quantas vezes forem necessárias, porque para aquele lugar escuro onde estive durante demasiado tempo, o meu cérebro e a minha voz interior dizem para não voltar, porque desta vez possivelmente não voltarei a ver novamente a luz!

E quando vos é dada uma nova oportunidade, temos a obrigação de agarra la com todas as nossas forças, ao invés de decidir não usufruir dela.

Por alguma razão se diz que o pensamento positivo é o primeiro passo a dar em direcção ao bom caminho…. Se será fácil todos os dias, não!

Mas se se aperceberem que sozinhos não serão capazes, peçam ajuda, seja ela a profissionais, a familiares ou a amigos, porém em forma de conselho, vos digo para escolherem bem a quem irão pedir essa ajuda, porque foi nesse sentido que eu não soube fazer as minhas escolhas !

Espero sinceramente que sejam felizes, porque a felicidade é a melhor recompensa para os que têm por alguma razão que ser verdadeiros guerreiros, durante o percurso de suas vidas!

Espero que tenham gostado, obrigado! 😊🌹

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s