O Guardião!


Olá caros leitores,

O que é que vos sensibiliza mais,uma palavra ou uma atitude?

Uma palavra que voa com o vento,ou uma atitude que vos sensibilizará, quem sabe ,até ao final de vossas existências?

As palavras servem como meio de comunicação,para melhor nos compreendermos uns aos outros,mas uma atitude ,um gesto,na minha opinião é algo muito mais credível,mais sincero e genuíno.

Talvez eu pense desta forma ,porque desde muito nova que me ensinaram a ser perspicaz,e a ter bastante atenção nas palavras que me pudessem dizer,porque infelizmente o perigo é algo constante,algo que está sempre à espreita,sorrateiramente de uma oportunidade para entrar em nossas vidas!

Quando somos crianças é nos ensinado,as várias facetas do perigos,como por exemplo,não falar com estranhos,não aceitarmos doces de um estranho,de olhar nas duas direcções,direita e esquerda,antes de atravessarmos uma estrada, etc.

Mas existem outras categorias,para as quais,ainda não exista educação que nos ensine,a proteger nos delas!

Quando somos adultos,pensamos que os maiores perigos existem apenas enquanto somos crianças,talvez por o facto de uma criança até uma certa idade ser ingénua e inocente, e termos um adulto responsável por nossa protecção .E quando somos adultos ,quem é que é o nosso guardião?O nosso protector?

Afinal ser adulto não é assim tão maravilhoso e fantástico,pois não?

Decisões,responsabilidades,tudo isto faz parte do mundo dos adultos…

Deixamos de sonhar com a mesma intensidade,deixamos de acreditar nos nossos sonhos de criança,porque simplesmente crescemos!

Porque permitimos a alguém roubar nos essa magia, mas fomos nós quem demos esse poder,somos sempre nós os primeiros culpados, quando a nossa história,começa a ser mais infeliz que feliz…

É fácil dar palpites ou concelhos,quando não estamos a viver a mesma situação que a outra pessoa está,e mesmo assim seria sempre diferente,porque cada um de nós possui diferentes personalidades ,e formas diferentes de agir, perante qualquer situação!

Por norma quando dou concelhos ou palpites a alguém, foi porque essa pessoa me pediu para o fazer,e quando o faço é sempre com a melhor intenção,nunca é para ver essa pessoa afundar se ,não me identifico como uma pessoa que vibra com a infelicidade alheia.

Aliás, eu gosto de viver longe de olhares falsos e invejosos!

No presente,voltei a ser a minha própria heroína e guardiã,porque é assim a minha personalidade e é essa a minha verdadeira essência,e por isso que eu não desejo ser outra mulher, senão a CARLA.

Sou eu quem possui, a tinta para escrever os restantes capítulos da minha história,e é assim que sou feliz!

Quem gostar verdadeiramente de mim,terá que conviver comigo como sou,e talvez deixar de esperar por que haja novamente um momento de fragilidade,da minha parte para continuar em seus jogos infantis ,de pouco carácter e personalidade.

Sempre dei, e darei o poder de decidirem por si mesmos, a todos os que estiveram,estejam ou que venham a estar presentes na minha vida ,porque conheço me melhor que ninguém, e sei muito bem os inúmeros defeitos e manias que possuo,e nunca prometi algo que não tivesse intenção de cumprir,nunca enganei ninguém,nem nunca atraiçoei os meus princípios,e nunca faltei ao respeito a ninguém…
E é isso que faz com que eu tenha orgulho em mim mesma,não me sentir igual à vulgaridade e destacar me pela diferença!

Espero que tenham gostado,obrigado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s